Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Para mais informações clique aqui

Princípio de Funcionamento

Tomando como área de obturação A, a área do diafragma será de aproximadamente 3A. Este valor de 3A só é considerado na situação de modulação, na qual, a pressão exercida em ambas as faces do diafragma é aproximada. Na posição tudo ou nada, a coroa circular do diafragma é suportada pelo corpo e tampa, mas mesmo assim, a área 2A é acionada. Os valores de 3A e 2A são equivalentes e a diferenciação que fazemos só é válida para motivos demonstrativos

1Condição - Qmáx. do piloto > Qmáx.  do orifício

P1.A - Pressão a montante P1 exercendo-se directamente na área A
P2.2A - Pressão a jusante P2 exercendo-se na câmara inferior o 
diafragma 2A
P3.3A - Pressão na câmara superior do diafragma 3A
Fmola - Força exercida pela mola.

Sistema de Abertura
A válvula abrirá quando a pressão a montante P1, for suficiente para contrariar a pressão exercida pela mola Pmola, e as forças de abertura excedem as de fecho. Esta situação verifica-se com o piloto aberto.
P1.A + P2.2A > P3.3A + Fmola

Sistema de Fecho
Do fecho do piloto resultará o bloqueamento da pressão P1 na câmara superior do diafragma e a válvula principal fecha.
P1.A + P2.2A < P3.3A + Fmola

Sistema Modelante
Devido à ação do piloto, o conjunto da válvula principal desloca-se até um determinado curso. O aumento do diferencial de pressão altera P2. O equilíbrio é encontrado quando as forças de abertura e fecho estejam balanceadas.
P1.A + P2.2A = P3.3A + Fmola

P3 é regulada pelo piloto de controlo variável entre P1 e P2

Sistema com Ausência de Caudal - Pressão
P1 = P2 = P3 + Pmola + Pcjto interior (Peso conjunto interior com válvula na horizontal).
A válvula fecha.

De momento não existe informação disponível

De momento não existe informação disponível


Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest